Archive for março \31\-02:00 2007

Sergipe – Festival

Nova chamada para o “Dança São Cristóvão”, festival de Dança de Sergipe que acontecerá no período de 27 a 29 de abril de 2007:

– 27 de abril de 2007 – noite de competição, em todas as modalidades.
– 28 de abril de 2007 – evento em São Cristóvão (Ginásio de Esporte Dr. Lourival Baptista), com os espetáculos vencedores da noite anterior.
– 29 de abril de 2007 (Dia Internacional da Dança) – espetáculos apresentados por grupos locais e os melhores do Festival que serão selecionados pelo júri

Informações: (79) 3261-2599.

Tap Fotos – Buster Brown

Fonte: internet.

Rio, RJ – Off-Tap – O Lago dos Cisnes

Do Segundo Caderno de O Globo ontem, 29.03.2007, sobre o espetáculo que começa temporada hoje, 30.03.2007, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro:

De volta, ‘O lago dos cisnes’ traz novidades
Jovem de 25 anos estreará no papel principal na remontagem do balé que festeja 130 anos

(Eduardo Fradkin)

Amanhã [hoje, 30.03.2007], às 20h, terá início a temporada de balé de 2007 do Teatro Municipal, com a reedição do clássico “O lago dos cisnes”, de Tchaikovsky, que foi apresentado com sucesso no ano passado. Outras seis récitas se seguirão: sábado, domingo e dias 4, 5, 7 e 8 (esta, dentro do Domingo a R$ 1).

– O “Lago” está fazendo aniversário de 130 anos de sua estréia e é um espetáculo que nunca deveria sair de cartaz numa companhia clássica como a do Municipal. Tem tudo o que o público espera de um grande balé: arrojo da partitura musical, plasticidade, exigências técnicas para os bailarinos, que precisam adotar movimentos esguios, versatilidade do corpo de baile, entre outras qualidades – enumera o diretor do corpo de baile, Marcelo Misailidis.

Em relação à montagem do ano passado, há uma novidade importante: a estréia de um bailarino da casa num papel principal. O paulistano Filipe Moreira, de 25 anos, integrante da companhia de balé do Municipal desde 2002, interpretará o príncipe Siegfried em algumas récitas. Em outras, o papel ficará com Vitor Luiz e com Francisco Timbó, que já são primeiros bailarinos.

– Já fiz papel de solista antes, mas nunca um papel principal. Se estou nervoso? Nessa profissão, a gente sempre está, independentemente do papel. Tenho ensaiado bastante, diariamente das 9h às 16h – conta Moreira, que começou no balé tarde, aos 18 anos.

No principal papel feminino, a experiente Cecília Kerche se revezará com Cláudia Mota e Márcia Jaqueline, que trilham o mesmo caminho de Filipe Moreira, porém há mais tempo, o que as favorece.

– Já foi pedida ao governo do estado a promoção das duas ao cargo de primeiras bailarinas. Para conseguir essa promoção, um bailarino da casa precisa passar três anos fazendo primeiros papéis, e as duas já vêm fazendo isso. Ainda este ano, elas serão lançadas como primeiras bailarinas – anuncia Misailidis.

Os bailarinos dançarão a coreografia feita pela russa Yelena Pankova, do balé Kirov.

– Ela bolou ótimas soluções, como um prólogo que mostra o bruxo transformando a princesa Odette em cisne. Isso ajuda na compreensão da história – elogia Misailidis.

Campina Grande, PB – Off-Tap – Baile

Em Campina Grande, na Paraíba, a La Barca apresenta “Uma noite de brinde com Mistura Fina”, baile em comemoração aos dez anos da Casa de Dança La Barca, no dia 31.03.2007, 22h, no Clube Campestre (Campina Grande, PB). Orquestra: Mistura Fina. Traje: Esporte Fino.

Maiores informações:
Casa de Dança La Barca
R. Estelita Cruz, 690 – Alto Branco – Campina Grande, PB
Fones: (83) 3342-0729 / 9999-8333
http://www.casadedancalabarca.com.br
labarca@casadedancalabarca.com.br

São Paulo, SP – Off-Tap – Balé Popular na China

O “Balé Popular Brasileiro” (São Paulo, SP) está selecionando 25 dançarinas e 10 dançarinos para trabalho na China:

– Contrato de um ano
– alojamento
– 3 refeicoes diárias
– passagem aérea ida e volta
– remuneracao mensal US$ 600

Os interessados deverao enviar curriculum e fotos de rosto e corpo (sunga e biquini) para

artebrasilchina@hotmail.com

Audição “Balé Popular Brasileiro”
Dia 01 de Abril de 2007 – 14h
Local: Teatro Sérgio Cardoso (R. Conselheiro Ramalho, 538 – Bela Vista)

Rio, RJ – Off-Tap – Audição – Sexta 30

Clique na figura se precisar ver em maior tamanho (abre em outra janela).

Rio, RJ – Off-Tap – Contemporâneo

Do Segundo Caderno de O Globo de hoje, 29.03.2007:

Os coreógrafos e bailarinos Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira, vencedores do Prêmio Revelação da Associação Paulista dos Críticos de Arte em 2004, apresentam no Rio uma amostra de seu repertório a partir de hoje, no Espaço Sesc.

– Hoje, às 20h, e amanhã, às 21h30m, em “Como?”, a dupla interage em cena com um documentário sobre o Balé Popular do Recife.

– Sábado, às 21h30m, e domingo, às 20h, eles dançam “Clandestino”, eleito pela crítica de dança Helena Katz como um dos três melhores espetáculos do ano passado, em São Paulo. “Clandestino” segue a pesquisa da dupla de unir movimentos de danças populares com técnicas do balé clássico e da dança contemporânea.

Espaço Sesc
R. Domingos Ferreira 160, Copacabana – (21) 2547-0156
Quinta e domingo, às 20h / Sexta e sábado, às 21h30m.
R$ 12. Livre. Até domingo.

Rio, RJ – Off-Tap – De graça

Para quem gosta do jazz americano, da boa música brasileira e de eventos de graça… Do Segundo Caderno de O Globo de hoje, 29.03.2007:

Cardápio fino o de hoje no “É Tudo Verdade”, tanto de filmes nacionais quanto de estrangeiros, ilustrando o flerte do documentário com a música.

O prato nobre será servido às 20h30min, no Centro Cultural da Justiça Federal — detalhe: a entrada é franca.

Trata-se de uma sessão dupla, com o premiado curta-metragem brasileiro “Pixinguinha e a Velha Guarda do samba”, de Thomas Farkas e Ricardo Dias, e o longa anglo-americano “Saving jazz”, de Leslie Woodhead, que talvez seja o trabalho de montagem mais requintado das 141 produções da mostra, nesta 12a edição, que termina no dia 1º .

Diretor dos aclamados “The Stones in the Park” (1969) e de “Endurance” (1999), Woodhead narra em seu documentário a história do fotógrafo octogenário Herman Leonard, morador de Nova Orleans que, durante décadas, registrou a movimentação do cenário jazzístico de sua cidade. Suas fotos flagraram momentos descontraídos de titãs do jazz como Charlie Parker, Billie Holiday e Duke Ellington. Mas, em 2005, parte de seu acervo foi destruído pelo furacão Katrina. Leonard se salvou e resolveu relembrar para Woodhead as histórias de cada clique de sua câmera — os preservados e aqueles que o Katrina levou embora.

O curta de Farkas é uma atração à parte pelo registro raríssimo da apresentação de Pixinguinha na inauguração do Parque do Ibirapuera, nas comemorações do IV Centenário de São Paulo, em 1954. O filme ficou no limbo por cinco décadas. Há dois anos, remexendo latas antigas de película em seu escritório, o diretor achou os negativos do show, que reúne, além de Pixinguinha, Almirante, Bide, Donga, João da Baiana, Mirim, Alfredinho, Benedito Lacerda e Lentini.

Cutural Justiça Federal
Av. Rio Branco 241, Centro, Rio – (21) 3212-2550.
Grátis.

Tap Fotos – Van Porter

Fonte: TapWeb Cintia Martin.

Porto Alegre, RS – Off-Tap – Modern Jazz

Heloisa Bertoli (RS) anuncia outro evento de dança em homenagem ao aniversário de Porto Alegre: no dia 31 de março de 2007, oficina de Modern Jazz com Isabel Willadino, às 15h, na sala 505 da Usina do Gasômetro. Entrada franca.

New York, EUA – Off-Tap – Mãos-de-Tesoura

Da página 10 do Segundo Caderno de “O Globo” de 28.03.2007:

A história de Eduardo Mãos-de-Tesoura, que Tim Burton transformou em 1990 num filme de sucesso, com Johnny Depp no papel-título, ganhou uma versão em balé.

“Edward Scissorhands” (com Sam Archer na foto) tem coreografia de Matthew Bourne, que se projetou no cenário artístico internacional com sua inovadora interpretação do clássico “O lago dos cisnes”, mais conhecida por ter um elenco exclusivamente masculino.

O espetáculo fica em cartaz até sábado na Brooklyn Academy of Music, em Nova York.

São Paulo, SP – Workshops com Steve Zee

O Kika Tap Center (São Paulo, SP) completa 25 anos e promove, em abril de 2007, workshops para comemorar:

Local: CENA – Centro de Encontro das Artes
Rua Ibiaté, 52 – Itaim, São Paulo, SP

Master Class, Adiantado e Intermediário: Prof. Steve Zee (EUA – foto)
Cartilha do Tap: Prof. Susan Baskerville (Santos, SP)

19 de abril de 2007 – Quinta
– 14:00 as 15:30h – Master Class
– 16:00 as 17:30h – Adiantado
– 18:00 as 19:30h – Intermediário
– 20:00 as 21:00h – Mostra de Filmes de grandes sapateadores, com comentários de Steve Zee.

20 de abril de 2007 – Sexta
– 14:00 as 15:30h – Master Class
– 16:00 as 17:30h – Adiantado
– 18:00 as 19:30h – Intermediário
– 20:00 as 21:00h – “Happy Day”

21 de abril de 2007 – Sábado
– 09:00 as 13:00h – Cartilha do Tap
– 14:00 as 15:30h – Master Class
– 16:00 as 17:30h – Adiantado
– 18:00 as 19:30h – Intermediário
– 20:00 as 21:00h – “Happy Tap 25 Anos”, com apresentação de Steve Zee, Kika Sampaio e convidados.

22 de abril de 2007 – Domingo
– 09:00 as 13:00h – Cartilha do Tap
– 14:00 as 15:30h – Master Class
– 16:00 as 17:30h – Adiantado
– 18:00 as 19:30h – Intermediário

Ingressos para as apresentações: R$ 15

CURSOS – Até 04 de abril:
– Master Class = R$ 300 (4 aulas)
– Adiantado = R$ 300 (4 aulas)
– Intermediário = R$ 300 (4 aulas)
– Cartilha do Tap = R$ 220 (2 aulas)

Outras planos de pagamento e demais informações:

http://mrf.sites.uol.com.br/tabela.html

Kika Sampaio – (11) 9883-4510 / kikatap@uol.com.br

Harold Nicholas Faria 86 Anos

No dia 27 de março de 1921 nascia o grande mestre Harold Nicholas, da dupla “The Nicholas Brothers”, um dos mais inesquecíveis sapateadores de todos os tempos. Mr. Harold faleceu em 04 de julho de 2000.

Relembrando também seu irmão Fayard, que faleceu em janeiro de 2006, rememore um pouco da carreira desta admirável e inesquecível dupla relendo o boletim que o Divulgando enviou na época do falecimento de Mr. Harold, em 04.07.2000 (a foto acima é de 1994, do acervo da mestra Cíntia Martin).

Rio, RJ – Off-Tap – Testes do Pan

Da página 15 do jornal O Globo de hoje, 26.03.2007, sobre o trabalho de seleção de pessoas para dançar na abertura do Pan 2007 pelo coreógrafo Doug Jack (ao lado, em foto de Luis Ernesto Magalhães):

Shows do Pan atraem dançarinos voluntários
Seleção de bailarinos reúne profissionais e amadores; repórter do GLOBO se inscreve para entrevistar coreógrafo americano

Sábado, fim de tarde. Depois de ser fotografado duas vezes, ter tirado as medidas de testa, peito, cintura e quadril, e preenchido uma ficha com todos os dados pessoais, um grupo de 90 pessoas espera pacientemente para entrar na sala de uma academia da Zona Sul do Rio. Lá dentro, está prestes a começar, sob a supervisão do americano Doug Jack, mais uma seleção de voluntários para dançar nas cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Pan-Americanos. No grupo, estavam, entre outros, jovens da Baixada Fluminense assistidos por ONGs, alunos e professores de academias de ginástica e um repórter do GLOBO.

Inscrever-se para fazer um teste de dançarino voluntário foi a única maneira encontrada para se aproximar de Doug Jack, após vários pedidos de entrevista recusados pelo Comitê Organizador do Jogos Pan-Americanos (CO-Rio). A entidade tenta manter em sigilo os detalhes dos preparativos para as cerimônias – que devem contar com até sete mil dançarinos amadores e profissionais – com o objetivo de não diminuir o impacto do evento.

Enquanto aguardavam sua vez de se apresentar, os candidatos assistiram num auditório a um vídeo sobre a carreira de Doug Jack, que coordenou as cerimônias de quatro Jogos Olímpicos e de duas Olimpíadas de Inverno, entre outras competições. Tempo suficiente para que, na sala de seleção, a equipe de Jack, formada por brasileiros e um inglês, avaliasse dançarinos de academias que farão a parte mais complexa da coreografia. De longe, foi possível observar, por exemplo, que na cerimônia os bailarinos simularão o movimento de pássaros. Tratase de uma referência direta ao símbolo da Rio-2007, que lembra aves em pleno vôo.

Muitos segredos da coreografia estão por desvendar:

– Eles apresentam apenas trechos, para manter o segredo. Da outra vez que eu trouxe alunos, fizeram um movimento diferente – comenta a diretora de uma academia de ginástica de Niterói, sem saber que conversava com um jornalista.

O grupo em que estava o repórter (candidato 2.214) era formado por amadores. Muitos, como o jornalista do GLOBO, sem qualquer experiência em dança. Enquanto Jack observava, o inglês Brins Walter, num português razoável aprendido em apenas três meses de Brasil, incentivava os candidatos.

– Não tem problema errar a coreografia. Mas não se esqueçam de sorrir – dizia Walter.

Todos tiveram que fazer uma coreografia relativamente simples. Mas suficiente para suar a camisa, com tantos passos para frente, para trás, levantar, abaixar os braços e dar rodopios.

À frente do grupo, Jack incentivava os participantes com o auxílio de uma tradutora e não parava de fazer anotações. No meio da coreografia, o grupo tinha que soltar um gritinho que deve causar sensação no Maracanã, onde serão realizadas as cerimônias: “Rou rou!”

Foram três horas entre o tempo de espera e o final da seleção. A escolha de dançarinos prossegue nos próximos dias. No fim de semana que vem, a seleção acontece numa universidade em Bonsucesso.

A propósito, o repórter foi embora sem saber se foi aprovado no teste. Como no caso dos demais candidatos, a resposta vai chegar por email ou por telefone, a partir do dia 15 de abril.

Pelo menos 20 mil serão avaliados

Doug Jack acredita que a oportunidade de viver uma experiência única é o que faz com que milhares de pessoas se inscrevam para participar como voluntárias das cerimônias de abertura de competições esportivas. A regra vale no Rio e em outras cidades onde organizou eventos, como nas Olimpíadas de Barcelona (1992), Atlanta (1996), Sidney (2000) e Atenas (2004). No Rio, ele calcula que, para escolher os participantes das cerimônias, pelo menos 20 mil candidatos serão avaliados.

– As pessoas começam tímidas e se soltam depois. Minha experiência mostra que o entusiasmo dos voluntários sempre permite que façamos algo grandioso. Ninguém precisa estar apto a participar de um programa como o “American idol” (versão americana do “Fama”) para dançar num evento como esse – diz Jack, numa rápida entrevista depois de mais um dia de seleção, após o repórter se identificar.

Cada grupo ensaia a coreografia conforme as limitações físicas e técnicas. Os bailarinos profissionais são mais exigidos. Quanto ao que acontecerá no Rio, Jack explica que, por questões contratuais, não pode dar detalhes das cerimônias. Ele faz uma comparação com os preparativos de uma escola de samba.

– As surpresas são mantidas em segredo pelos carnavalescos para causar impacto no desfile. O mesmo acontece nas cerimônias dos grandes eventos esportivos.

A equipe responsável pelo show conta com coreógrafos brasileiros. Entre os coordenadores, está a carnavalesca Rosa Magalhães.

Fonte: jornal O Globo, 26.03.2007.

Outros posts do Divulgando a respeito do Pan:
06.03.2007
23.02.2007
15.02.2007

São Paulo, SP – Percussão Corporal

A Promenade (R. Aracaju, 156, Higienópolis, São Paulo) oferece em abril um novo curso de percussão corporal, “Pesquisa Sonora do Corpo”: desenvolvimento de repertório de sons produzidos pelo corpo com diferentes ritmos e melodias, memorização, improvisação e assimilação corporal do ritmo. O professor será Cláudio Bianchesi, dia 21 de abril de 2007 às 13:30h. Custo: R$ 30 (aula com duração de 3h), para alunos e profissionais de dança, educação física, teatro e sapateadores. Inscrições até 19 de abril de 2007. Informações: (11) 3662-0415 / info@promenade.cn

São Paulo, SP – Off-Tap – Nova Lady

O Fantástico (Rede Globo) de ontem, 25.03.2007, corrigiu a informação errônea que havia dado na semana anterior: a de que a montagem atual de “My Fair Lady”, em cartaz em São Paulo, era a primeira montagem brasileira do musical. Na verdade, a primeira foi em 1962, antes mesmo do filme americano, e ficou em cartaz até 1965, com Bibi Ferreira, Paulo Autran e Jayme Costa, entre outros, no elenco. A montagem atual traz, entre outros, Amanda Acosta e Daniel Boaventura (foto).

Leia mais a respeito, com foto, horários e preços da montagem atual, aqui.

Dois posts aqui no Divulgando a respeito:
07.03.2007
22.02.2007

São Paulo, SP – Off-Tap – Te Encontro Na Praça

Da Folha Online:

Neste domingo (25), o projeto “Te encontro na Praça” acontece no parque da Aclimação, região central de São Paulo, onde o público poderá conferir, gratuitamente, uma série de eventos culturais e esportivos. A iniciativa é realizada desde abril de 2006 pela subprefeitura da Sé da cidade.

Entre as atividades, o público poderá participar de uma oficina de skate, sob orientação do grupo “Anjinhos da Guarda”, e de aulas de ginástica, oferecidas pela ACM (Associação Cristã de Moços).

O “Te Encontro na Praça” também oferece uma equipe do Poupatempo, que realiza no local a emissão de alguns documentos — como RG (para menores de 18 anos) e carteira de trabalho (para a emissão de RG, o interessado deve levar certidão de nascimento e uma foto 3×4).

Na área de saúde, o projeto oferece, em parceria com a Universidade Nove de Julho, testes de visão e verificação da pressão arterial.

“Te Encontro na Praça”
Parque da Aclimação (R. Muniz de Souza, 1.119. Aclimação, São Paulo)
Dia 25.03.2007 (domingo), das 10h às 13h, gratuito

Fonte: clique aqui.

Tap Fotos – Cholly Atkins

Fonte: TapWeb Cintia Martin.

São Caetano do Sul, SP – ABCDança

Até 13 de abril de 2007 serão aceitas as inscrições dos grupos interessados em participar da terceira edição do “Festival de Dança do ABCD Paulista”. O ABCDança 2007 acontecerá mais uma vez nas dependências do Teatro Paulo Machado de Carvalho em São Caetano do Sul, SP, nos dias 21 e 22 de abril de 2007. Os interessados em receber o regulamento do evento devem escrever para Lumière Produções (R. Rosa Fernandes Ribeiro, 3-6, Bauru, SP, 17056-300) ou entrar em contato pelo telefone (14) 3236-2922 (das 14 às 19h) ou por e-mail:

danca_lumiere@yahoo.com.br

Tap Fotos – Fred Astaire e Cyd Charisse

Fonte: TapWeb Cintia Martin.

Update 17.06.2008 – Leia post detalhado sobre o falecimento de Cyd Charisse, em 17 de junho de 2008, clicando aqui.

%d blogueiros gostam disto: