Archive for 4 de agosto de 2007

Rádio JD – Novo Site

Agora você já pode visitar o site da Rádio JD diretamente no seguinte endereço:

http://radiojd.com.br/

O Jornal da Dança continua no endereço tradicional, em:

http://www.jornaldadanca.com.br/

E não se esqueça que na próxima quinta, às 18h, você tem um encontro marcado com o programa Tap Brasil, não percam.

Tap Fotos – Fred Astaire e Hermes Pan

Fonte: internet.

Rio, RJ – Off-Tap – Correios em Movimento

Reportagem de Suzana Velasco em O Globo de 02.08.2007:

De volta, o melhor do Correios em Movimento

Existente desde 2003, mostra anual de dança faz edição comemorativa, reunindo ainda espetáculos inéditos

Neste fim de semana, a praça ao lado do Centro Cultural Correios recebe uma retroescavadeira gigante. Mas a draga, em vez de escavar, dança com os bailarinos da francesa Cie. Beau Geste. O espetáculo, “Transports exceptionnels”, é um dos destaques do festival de dança Correios em Movimento, que começa hoje, com uma edição comemorativa: a programação se concentra em grandes sucessos dos outros quatro anos de evento, além de trazer atrações inéditas. São dez grupos, com uma ou mais coreografias cada, incluindo o duo de dançarino e retroescavadeira, que chegou a ter uma sessão extra em 2005.

— A resposta do público foi maravilhosa, as pessoas ficaram em total silêncio durante o espetáculo — diz a coreógrafa Giselle Tápias, curadora do festival. — É uma obra de uma poesia enorme, em que se vê a fragilidade humana diante da máquina.

A programação começa hoje [quinta, 02.08.2007], às 20h, com a estreante “De novo de novo”, da Cia. Étnica de Dança, criada pela coreógrafa Carmen Luz há dez anos, com bailarinos do Morro do Andaraí.

Mantendo a tradição do festival de apostar em projetos sociais, Carmen também fecha o evento, no dia 12, quando apresenta uma criação-relâmpago feita em quatro encontros com bailarinos de programas como o Engenho das Artes, o AfroReggae e a Escola de Dança da Maré.

— A Carmen Luz é pioneira em projetos de dança e inclusão e formou uma companhia de qualidade, com profissionais — diz Giselle.

O festival reúne outros importantes grupos nacionais, como o goiano Quasar, que apresenta, hoje e sábado, a pouco conhecida “Mulheres”, mostrada por aqui em 2003; a Ana Vitória Cia. de Dança, que, presença recorrente no festival, dança “Manuelagem”; e a Staccato Dança Contemporânea, que mostra “Fragmento para coreografismos 2”, em que dois bailarinos dançam num quadrado de três metros, unidos pelas mãos em 18 dos 20 minutos de espetáculo. As novidades ficam por conta de espetáculos de Paula Águas e Flávia Tápias, já apresentados este ano em outros festivais.

Entre os nomes internacionais, os espanhóis Damián Muñoz e Virginia García apresentam três coreografias — duas hoje [quinta, 02.08.2007], “A los ojos” e “Staff”. A também espanhola Cia. Nacho Duatto, que participaria no ano passado mas não conseguiu embarcar, mostra três peças curtas.

E a italiana Simona Bertozzi é a convidada da parceria que o Correios em Movimento tem, desde 2006, com o festival internacional francês Les Réperages. Simona participou da edição deste ano, em Lille, na França.

— A Simona tem um trabalho de corpo diferenciado, muito pessoal — diz Giselle. — É simples, um solo, mas com um corpo especial, de articulação, quedas. Ela tem uma linguagem completamente diferente, que não se vê por aqui.

No período dos espetáculos, o Centro Cultural Correios recebe também uma mostra de fotos das outras edições do festival.

Dominique Boivin, coreógrafo da Beau Geste, apresenta ainda, na Maison de France, “La danse, une histoire à ma façon” (“A dança, uma história à minha maneira”), de 1994, na terça-feira, dia 7, às 20h, seguido de um debate.

A apresentação faz parte do Cahiers de la Danse, projeto que, do dia 6 ao dia 8, reúne conferências sobre dança, na Maison e no Espaço Sesc.

…..

Assim que acabar o Correios em Movimento, a programação da cidade continua a agradar aos amantes não só de dança, mas também de vídeo. No dia 14, começa, no Oi Futuro, a quinta edição do Dança em Foco, festival internacional de videodança que traz para a cidade 134 obras, de 35 países. Mais do que vídeos de dança, o festival ressalta o crescimento de uma mídia específica, de coreografias que existem só no vídeo, criadas especialmente para ele. Até 2 de setembro, os trabalhos serão exibidos continuamente, em programas de cerca de uma hora de duração.

— Houve, em primeiro lugar, uma mudança na ordem de grandeza do festival — afirma um dos criadores do evento, Paulo Caldas, que, coreógrafo da Staccato Dança Contemporânea, acaba de abrir um curso de pós-graduação de videodança, na faculdade Angel Vianna. — Um dos maiores sintomas disso foi a convocatória para a seleção da mostra, que recebeu quase 400 vídeos, de lugares que não imaginávamos que alcançaríamos, como Cingapura e Madagascar.

O festival se completa com o lançamento do livro “Dança em Foco/ Dança e Tecnologia”, uma exposição de fotos, mesas-redondas abertas ao público e oficinas para artistas de dança e vídeo, cujas inscrições para a seleção vão até amanhã. As grandes novidades desta edição são uma seleção de vídeos criados por e para celulares e um programa de residências do evento, que desde 2004 é associado aos festivais internacionais de videodança de Montevidéu e Buenos Aires.

São Paulo, SP – Off-Tap – Pés da Comunidade

“Pés da Comunidade” é um projeto que em parceria com a ONG Ação Batuquedum está selecionando adolescentes entre 14 e 18 anos residentes no distrito do Jardim Ângela, São Paulo, para a formação de um grupo de dança. Estes encontros ocorreram todos os sábados das 14h às 17h com início previsto para 04.08.2007. Inscrições abertas até 03.08.2007 no Projeto Ação Batuquedum (R. Henri Laube, 58b, Jardim Paranapanema, (11) 5834-5221 / 8358-6607 macielmix@yahoo.com.br

%d blogueiros gostam disto: