Archive for 15 de agosto de 2007

Rio, RJ – Off-Tap – Bertazzo a Partir de Quarta

Clique na figura para ver em tamanho maior.

Dance Words – Helena Katz

“Habituado a vastidão das nossas extensões, o corpo brasileiro sabe que só pode produzir dança brasileira no plural. E que a sua singularidade vem justamente dai.” (Helena Katz)

Jaguariúna, SP – Brasil International Tap Festival

A oitava edição do evento de sapateado produzido por Christiane Matallo (Campinas, SP) – que se chamava “Campinas Tap Festival” e se transformou no “Brasil International Tap Festival” – vai acontecer de 31 de agosto a 2 de setembro de 2007 na cidade de Jaguariúna, a 16km de Campinas. Entre os professores e convidados internacionais do evento estão Jason Samuels Smith (EUA), Derick Grant (EUA), Aaron Tolson (USA), Corinne Karon (EUA) e Dalga Larrondo (EUA).

No site de Christiane está a programação geral descrita abaixo:

Quinta-feira, 30.08.2007

– aulas das 10h às 17h no Parque dos Lagos (P. Eduardo Tozzi, s/nº Jardim Planalto), em Jaguariúna (SP). Ao término das aulas, às 20h30, sessão de vídeo seguida de debate, no Salão Azul do Parque Santa Maria (R. José Alves Guedes, 1003, Centro, na Secretaria de Turismo e Cultura). Entrada gratuita.

Sexta-feira, 31.08.2007

– aulas das 10h às 17h. Tap Jam às 21h, no Centro Cultural, com a participação da Banda Gilberto de Syllos, de artistas amadores, profissionais e as estrelas internacionais. Entrada gratuita.

Sábado, 01.09.2007

– aulas das 10h às 17h, no Parque dos Lagos em Jaguariúna (SP). Show no Centro Cultural (mesmo local da jam), às 21h. A apresentação conta com participação de amadores, profissionais e estrelas internacionais. As inscrições para amadores custam R$ 5 (por participante) e a duração dos trabalhos de cada grupo, escola ou companhia não devem ultrapassar seis (06) minutos no total. Profissionais têm taxa isenta mediante a comprovação do DRT. Entrada gratuita.

Domingo, 02.09.2007

– as aulas acontecem no mesmo horário e local.

Informações e inscrições: (19) 3255-8323
http://www.christiane-matallo.com.br

Rio, RJ – Off-Tap – Grupo Corpo no Municipal

Reportagem de Zean Bravo no jornal O Dia de 14.08.2007:

Grupo de dança estréia espetáculo, com música de Lenine e violência como tema

Lenine recebeu carta branca do coreógrafo Rodrigo Pederneiras para compor o tema do novo espetáculo do Grupo Corpo. O trabalho do cantor e compositor pernambucano acabou por sugerir a violência como o tema da coreografia de ‘Breu’, que estréia amanhã [quarta] no Teatro Municipal depois de uma temporada em São Paulo. “A violência estava implícita na música e seguimos esse caminho. A trilha ficou maravilhosa, parece que tem texturas. Fui para um lado que nunca havia pisado”, explica Pederneiras.

Usando malhas nas cores preta e branca, com estampas de grafismos, os bailarinos começam o espetáculo inertes no chão, com seus corpos estendidos. “Falo sobre disputa, de embate, de passar por cima do outro. Tudo começa num clima meio terra devastada. Eles estão uns sobre os outros, com uma respiração profunda, mas aparentam um monte de cadáveres”, compara o coreógrafo, que botou os bailarinos para se confrontar em cena.

Para falar da violência dos grande centros, o coreógrafo quis imprimir um clima soturno também no figurino assinado por Freusa Zechmeister. “As malhas parecem couro. Já o cenário, criado pelo Paulo (Pederneiras) simula um paredão azulejado, na cor negra, o que criou um peso”, define.

Pederneiras conta que os bailarinos também contribuíram com a coreografia, conferindo um peso maior ao espetáculo do grupo mineiro. Eles executam movimentos bruscos de queda que contrastam com as subidas. “Durante o trabalho eles se envolveram com muito vigor, muita energia”, diz.

Com 40 minutos de duração, ‘Breu’ é apresentado em programa duplo. O espetáculo é seguido de ‘Sete ou Oito Peças Para um Ballet’, criado em 1994 e fora dos palcos desde 1999. Este último tem trilha assinada por Philip Glass e o grupo instrumental mineiro Uakti.

Apesar do tema espinhoso, Rodrigo Pederneiras garante que o público não sairá para baixo do teatro após ‘Breu’. “O espetáculo é pesado, mas ao mesmo tempo é de uma beleza muito grande. Quando você vai falar de violência pensa numa coisa suja e feia. Quis abordar o assunto de outra forma”, Rodrigo Pederneiras, antes de completar: “A gente sai do espetáculo com certa angústia, mas sai bem.”

São Paulo, SP – Off-Tap – Workmusical

Mídia – Soleil no Rio

Da coluna de Ancelmo Góis em O Globo de 15.08.2007:

O Cirque du Soleil decidiu montar uma estrutura permanente no Rio, igual à que já mantém em dez outras cidades dos EUA, da Europa e da Ásia. Pode ficar no Píer da Praça Mauá (ajudaria, de vez, na sonhada revitalização da Zona Portuária carioca) ou na Barra.

Salvador, BA – Workshops

A professora Juana Navarro (BA) chegou de Portugal para ministrar curso em Salvador de 14 de agosto a 11 de setembro de 2007 no Palco 4 (www.palco4.com.br), que fica na Rua das Hortências, 764, em Pituba. Há cursos (a R$ 100 cada) para iniciantes, intermediário e avançado, sempre às terças, quintas e sextas. Informações: (71) 3494-4325 / palco4@palco4.com.br

%d blogueiros gostam disto: