Archive for 16 de agosto de 2007

Tap Fotos – Gregory Hines

Fonte das fotos: internet. Montagem do Divulgando.

Anúncios

Rio, RJ – Off-Tap – Cadeirantes

Matéria do Globo Online publicada em 16.08.2007 às 13h16min:

RIO – Durante o Parapan, o que acontece no palco também tem repercussão. É por isso que o espetáculo “O corpo do outro – Metáfora para aproximações” teve sua temporada prorrogada. De sexta a domingo, até o dia 19 de agosto, bailarinos cadeirantes e que não usam cadeira de rodas se apresentam no palco do Teatro de Arena da Caixa Cultural.

A coreografia é de Alexandre Franco e a direção, de Teresa Taquechel. O evento faz parte da programação que a cidade oferece durante os Jogos Parapan-Americanos Rio 2007.

“O corpo do outro – Metáfora para aproximações”
Teatro de Arena da Caixa Cultural
Av. Almirante Barroso, 25, Centro, (21) 2544-4080
Sex a sáb, às 19h30m, e dom, às 18h. R$ 10.

Rio, RJ – Off-Tap – Dança em Foco

Com entrada franca, o “Dança em Foco – Festival Internacional de Dança e Vídeo” apresenta 486 horas de vídeos produzidos em mais de 30 países. Há ainda exposição de fotografias, oficinas, mesas-redondas, palestras, encontros do II Fórum LatinoAmericano de Videodança e lançamento do livro “Dança e tecnologia 2007”. Na Oi Futuro (R. Dois de Dezembro, 63, Flamengo, (21) 3131-3060). De terça a domingo, das 11h às 20h. Até 02 de setembro de 2007. Livre.

Rio, RJ – Off-Tap – Nos Palcos

Não são de sapateado mas são quatro espetáculos de dança em cartaz neste fim de semana no Rio de Janeiro. Os dados são do jornal O Globo de hoje:

Cia Teatrodança Ivaldo Bertazzo / “Mar de gente”

A recém-criada companhia apresenta um espetáculo sobre a evolução do homem. A coreografia é de Ivaldo Bertazzo. Na trilha, músicas folclóricas húngara, romena e cigana.

Teatro Carlos Gomes:
Praça Tiradentes s/n – 2232-8701.
Qui e sex, às 19h. Sáb, às 20h. Dom, às 18h.
R$ 25. Até 2 de setembro. Livre.

Companhia de Dança Jaime Arôxa / “Com o brilho do teu olhar”

O coreógrafo especializado em dança de salão apresenta, ao lado de sua companhia, uma coletânea com as 12 performances mais importantes de seus 25 anos de carreira.

Teatro dos Quatro: Shopping da Gávea.
Rua Marquês de São Vicente 52, Gávea – (21) 2274-9895.
Qui a dom, às 19h30m. R$ 30 (qui) e R$ 40 (sex a dom).
Até 19 de agosto. Livre.

Grupo Corpo / “Breu” e “Sete ou oito peças para um ballet”

A companhia mineira apresenta a coreografia inédita “Breu”, que trata da violência. A trilha sonora é de Lenine. Para complementar o programa, “Sete ou oito peças para um ballet”, espetáculo de 1994, com trilha de Philip Glass, interpretada pelo grupo Uakti.

Teatro Municipal:
Praça Floriano, s/n, Centro – (21) 2299-1711.
Qui a sáb, às 20h. Dom, às 17h.
R$ 30 (galeria), R$ 60 (balcão simples),
R$ 80 (platéia e balcão nobre) e R$ 480 (frisas e camarotes).
Até 19 de agosto.

Intrépida Trupe / “Água de beber”

O espetáculo reinterpreta os movimentos da capoeira. Dirigido por Cláudio Baltar.

Teatro Raul Cortez:
Praça do Pacificador s/n, Centro, Duque de Caxias.
Qui a sáb, às 20h. Dom, às 19h.
R$ 10 (qui) e R$ 20 (sex a dom).
Até 19 de agosto. Livre.

Tap Fotos – Quatro em Um

Fonte: internet.

Rio, RJ – Off-Tap – Situação da Cultura

Reportagem de Alessandra Duarte para o Segundo Caderno de O Globo de 15.08.2007:

Municipal ainda não pagou cachê de coreógrafos convidados
Diretor do corpo de baile diz que teatro está com menos da metade da verba

O projeto Coreógrafos Brasileiros, que em junho mostrou o corpo de baile do Teatro Municipal do Rio dançando coreografias contemporâneas, não terminou bem. Os coreógrafos convidados para o programa ainda não receberam o pagamento dos cachês, que devia ter saído há cerca de um mês.

Segundo o Municipal, houve atraso no repasse da verba pelo governo estadual. O caso reflete uma situação geral da casa, que este ano, de acordo com o diretor do corpo de baile do teatro, Marcelo Misailidis, trabalha com menos da metade do orçamento — só para manutenção — de anos anteriores; para produção de projetos, não há verba própria.

Os coreógrafos convidados, João Saldanha, Henrique Rodovalho e Roseli Rodrigues, estão esperando desde julho o pagamento de cerca de R$ 15 mil (para cada), segundo o produtor de Coreógrafos Brasileiros, André Schmidt, que também não recebeu. A administração do Municipal afirmou que o pagamento dos coreógrafos deve sair ainda este mês.

— É a desorganização do governo em relação à cultura — diz João Saldanha. — Agora houve essa indicação maluca do (Jorge) Bittar para a secretaria (estadual de Cultura), algo totalmente alhos com bugalhos… No Municipal, a menina-dos-olhos do governo, fica aquele corpo de baile, coitado, que só dança umas 20 vezes por ano.

Marcelo Misailidis, diretor do corpo de baile da casa desde 2006, diz que este ano apenas os projetos com patrocínio garantido estão sendo realizados. “O Quebra-Nozes”, por exemplo, que dependeria de recursos próprios do teatro, por enquanto está fora da programação:

— Temos menos da metade do orçamento que tivemos em outros anos, e isso só para manutenção. A direção da casa está se esforçando para manter o teatro aberto.

…..

A propósito… Da coluna de Artur Xexéo de O Globo de 15.08.2007:

(…) É um escândalo a notícia de que o Teatro Municipal está sem condições de manter sua programação. O governador Sergio Cabral tem sido um desastre na administração da área da cultura. Ele gosta de posar em estréias no Canecão, em platéias de teatro, em aberturas de exposição, mas no fundo é só isso mesmo: pose. Como é que ele deixa o principal teatro do país ficar sem saber o que vai produzir até dezembro? O teatro deveria estar preocupado com as comemorações, daqui a dois anos, de seu centenário. Mas se não há dinheiro nem para cumprir a programação de 2007, imagine o que vai acontecer em 2009.

…..

Afinal, o Luiz Paulo Conde ainda é ou não é mais secretário de Cultura? Se não é mais, quem Sérgio Cabral convidou para ocupar seu lugar? Ou a Cultura é tão desimportante que pode muito bem ficar sem secretário?

Rádio JD – Nesta Quinta, Tap Brasil

Hoje tem ! Nesta quinta, 16.08.2007, vocês já sabem: o encontro marcado é com o “Tap Brasil”, sapateado nas ondas da rede sempre às quintas, das 18h às 19h. Para assistir, basta entrar em um dos sites do Jornal da Dança e da Rádio JD:

http://www.jornaldadanca.com.br
http://radiojd.com.br

%d blogueiros gostam disto: