Archive for 22 de agosto de 2007

Tap Fotos – Bojangles e Shirley Temple

Fonte: internet.

Rio, RJ – Off-Tap – Espetáculos

O Jornal da Dança e a Rádio JD apresentam os espetáculos “Rio Oriente” (de 30 de agosto a 02 de setembro de 2007) e “Mostra Dança Rio” (de 06 a 09 de setembro de 2007:

Dias 30 de agosto a 02 de setembro
Dança do Ventre – Rio Oriente – Grupos Gaia e Kelimaski

Dias 06 e 07 de setembro
Grupo Gaúcho de Arte, Tradição e Folclore

Dias 08 e 09 de setembro
Movimento Versátil, Escola de Danças Casa Azul, Bete Spinelli, Luiz Kleb, Espaço X Stelinha Cardoso, Centro de Dança Rio e Stúdio de Ballet Bertha Rosanova

Direção: Edézio Paz e Rakel Lima
Local: Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete, 338, Largo do Machado
Horário: 20h (domingo às 19h)
Ingressos: R$ 20
Antecipado: R$ 10
Informações: 2532-5658 / jornaldadanca@yahoo.com.br

Rio, RJ – Off-Tap – Dança em Foco

Com entrada franca, continua acontecendo no Rio o “Dança em Foco — Festival Internacional de Dança e Vídeo”, com curadoria de Paulo Caldas e Leonel Brum, exposição de fotografias, oficinas, mesas-redondas e palestras. Nesta quarta, 22.08.2007, às 19h30min, mesa-redonda com o tema “Videodança: (in)definições”, com Silvina Szperling (Argentina), Tamara Cubas (Uruguai) e Alexandre Veras (Ceará). O evento acontece sempre no Oi Futuro (R. Dois de Dezembro, 63, Flamengo, (21) 3131-3060) de terça a domingo das 11h às 20h até o dia 02 de setembro de 2007. Classificação livre.

Rio, RJ – Off-Tap – Flamenco

A Companhia de Arte Flamenca apresenta um espetáculo de dança flamenca com linguagem contemporânea nesta quarta, 22.08.2007, na Casa Brasil Mestiço (Av. Mem de Sá, 61, Lapa, (21) 2059-7418) às 20h. Ingressos a R$ 12. Classificação livre.

Rio, RJ – Off-Tap – Protesto no Municipal

Reportagem de Alessandro Soler em O Globo de ontem, 21.08.2007:

Protesto nas escadarias do Municipal
Servidores fazem manifestação na porta do teatro denunciando crise financeira

Um grupo de servidores do Teatro Municipal ocupou as escadarias do prédio, na hora do almoço de ontem, para um protesto. Segundo os organizadores do ato, cerca de 300 pessoas decidiram ir para a calçada denunciar a crise financeira que assola a fundação e exigir detalhes sobre a transferência do Municipal para a prefeitura. Os servidores pediram mais verbas para a manutenção da programação deste ano, que sofreu cortes, e cobraram promessas de campanha do governador Sérgio Cabral.

— O governo continua totalmente omisso. Ninguém nos procurou desde que a crise financeira veio à tona. Parte importante da programação continua suspensa. E ainda fomos surpreendidos por essa transferência para a prefeitura. Queremos ser ouvidos — disse João Fortunato de Carvalho, presidente da associação dos artistas do corpo de baile.

Os servidores voltaram a cobrar investimentos. De acordo com representantes de todas as associações de artistas, repasses insuficientes levaram à suspensão da programação de agosto e de parte das produções agendadas até o fim do ano. Durante a campanha, Sérgio Cabral prometeu investir pelo menos 1% do orçamento do estado em cultura.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Área Cultural (Sintac), João Carlos Dittert, disse que a proposta de transferência da administração da casa para o município foi feita “na calada da noite”. Para ele, qualquer mudança deve ser precedida de discussão com os funcionários e a sociedade:

— No passado já tinham tentado a transferência, que foi considerada inconstitucional. Não podem fazer assim, sem comunicar a ninguém.

Autor do projeto apresentado à Alerj autorizando a transferência, o deputado André Corrêa disse que, se ele for aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da casa, será debatido “longamente” em audiências públicas.

Segundo Corrêa, a prefeitura tem mais condições financeiras e técnicas para “recuperar as condições mínimas de operacionalidade do Municipal.” A assessoria de imprensa do governador Sérgio Cabral voltou a confirmar a intenção dele de transferir o controle do Municipal para a prefeitura, anunciada na semana passada.

Os trâmites para isso já estariam em andamento, independentemente da lei proposta por Corrêa. A prefeitura demonstrou interesse em administrar o Municipal. Na assessoria de imprensa da Secretaria estadual de Cultura, ninguém foi encontrado.

Rio, RJ – Off-Tap – Contemporâneo

São Paulo, SP – Off-Tap – Dança-Teatro

O espetáculo “Por Um Triz”, da Artista do Corpo Cia de Dança-Teatro, reestréia em São Paulo em curta temporada, de 24.08.2007 a 02.09.2007, baseado no poema “Espera”, de Dinah Perry, que aborda a ansiedade presente no cotidiano das pessoas. Jairo Mattos assina a direção. Sexta e sábado às 21:30h e domingo às 20:30h. Duração: 60 minutos. Recomendação: 12 anos. Ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia). No Teatro Fábrica São Paulo (Sala 1, 134 lugares), na Rua da Consolação, 1623 / http://www.fabricasaopaulo.com.br / (11) 3255-5922.

%d blogueiros gostam disto: