Joinville, SC – Off-Tap – Mostra Contemporânea

Reportagem de Cristina Baldi, enviada especial da Folha Online a Joinville (SC):

A diversidade de corpos e estilos marcou a primeira noite da Mostra Contemporânea (que não é competitiva) do 26º Festival de Dança de Joinville. A abertura coube ao experiente bailarino Luís Arrieta e o encerramento, com a Riscas Cia de Dança, de Ribeirão Preto (interior de São Paulo).

Arrieta trouxe o “Carnaval dos Animais”, criação sua a partir de uma obra originalmente clássica, com música de Camile Saint-Saens. A proposta da coreografia é a exploração dos movimentos do corpo desde o nascer até o dançar. A dança expressionista do bailarinos tem um quê de cinema mudo, com um toque de humor.

Em certo momento, Arrieta deixa claro a referência à obra clássica, em um gesto que lembra o fim daquele balé (com o corpo deitado no chão em uma inclinação do tronco para trás, chamado de cambrè na técnica clássica). A platéia pensa que a peça se encerra ali. E é essa a intenção. Mas ainda tem mais porque, afinal, estamos diante de Luís Arrieta, um ícone na dança brasileira.

Leia o texto completo clicando aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: