Archive for 24 de novembro de 2008

São Paulo, SP – Cursos de Férias – Kika Tap Center

Em janeiro, o estúdio Kika Tap Center (São Paulo, SP) oferece sua “Oficina do Tap 2009” em duas etapas:

Primeira Semana – De 12 a 16 de janeiro de 2009
– 16h às 17h15 – Intermediário Adiantado – com Charles Renato
– 17h15 às 18h – Intermediário – com Juliana Garcia
– 18h30 às 19h30 – Manutenção para Professores – com Kika Sampaio
– 19h30 às 20h30 – Iniciante com base – com Juliana Garcia

Segunda semana – De 19 a 23 de janeiro de 2009
– 10h às 11h – Intermediário Especial – Kika Sampaio e Juliana Garcia
– 16h às 17h15 – Intermediário Adiantado – Christiane Matallo
– 18h30 às 19h30 – Manutenção para professores – Susan Baskerville
– 20h às 21h – Iniciante – Susan Baskerville

Investimento
– 1 curso = R$ 230,00
– 2 cursos = R$ 305,00
– 3 cursos = R$ 380,00
– 4 cursos = R$ 455,00
– 2 semanas = R$ 760,00
– Aula avulsa = R$ 48,00
– Aula particular = a combinar com o professor

Kika Tap Center
R. Maestro Elias Lobo, 653 – São Paulo – SP – 01433-000
(11) 3887-9980 / 9637-1297 / kikatap@uol.com.br

Anúncios

Rio, RJ – Off-Tap – Dançando Para Não Dançar

A Petrobras Distribuidora e o Dançando para não Dançar apresentam o espetáculo de balé “Amazônia: Floresta do Brasil”, uma homenagem Heitor Villa-Lobos, dias 29 e 30 de novembro de 2008, às 17 horas, no Teatro João Caetano, na Praça Tiradente, Centro, com entrada franca:

Cerca de 400 crianças, alunos do projeto Dançando para não Dançar se revezarão no palco para celebrar o grande mestre e compositor brasileiro. E não é por menos, a criança brasileira esteve sempre presente na expressão musical de Villa-Lobos, desde a sua juventude. Villa-Lobos musicou diversas cantigas popular-folclóricas que atravessaram séculos e fronteiras para fazer parte da infância de inúmeras gerações. É com esse espírito que o “Dançando…” vai resgatar as cirandas do compositor num espetáculo lúdico, que alegrará as alminhas e os corações das crianças cariocas e de seus pais que serão remetidos à infância.

Os bailarinos e professores Thereza Aguilar e Paulo Rodrigues, primeiro bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, assinam, respectivamente, a direção-geral e a direção artística do espetáculo, bem como as coreografias. A direção musical é do maestro Leandro Braga. Leandro Braga fez os arranjos das músicas de Villa-Lobos incluídas na trilha sonora e compôs as demais canções inspirados no trabalho do mestre compositor. O cenário é de Liane Espírito Santo. O espetáculo contará com a participação especial do bailarino Carlos Cabral, solista do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Leia mais a respeito clicando aqui.

%d blogueiros gostam disto: