Posts Tagged ‘Ana Botafogo’

Rio, RJ – Off-Tap – Ana Botafogo ao som de Sandy

Fonte: coluna de Bruno Astuto no jornal O Dia de 13.05.2011. O evento acontece em 17.05.2011.

Anúncios

Rio, RJ – Off-Tap – 101 anos do Municipal do Rio

Ballet, Coro e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal.
Isaac Karabtchevsky, regente.
Ana Botafogo e Andrea Volpintesta, bailarinos.
Nino Machaidze, soprano. Atalla Ayan, tenor.
Banda dos Fuzileiros Navais.
Cia Jovem de Ballet do Rio de Janeiro.
Escola de Danças Maria Olenewa.
PianOrquestra (Marina Spoladore, Maíra Freitas e Gisele Sant’Ana, e Claudio Dauelsberg, pianos. Masako Tanaka, percussão).

Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Pça. Floriano, s/n – Centro. Tel.: (21) 2332-9191/ 9005.
Quarta, 14 de Julho de 2010, às 09:00. Grátis.

Rio, RJ – Off-Tap – Isto é Brasil

Fonte: jornal O Dia. Válido até 19.07.2009.

OD1707Y

Rio, RJ – Off-Tap – Ana Botafogo

A pianista Lilian Barretto prossegue temporada de seu espetáculo com os bailarinos Ana Botafogo e Joseny Coutinho. Luis Arrieta é o diretor, Paulo César Medeiros é o responsável pela iluminação.

Participações especiais: José Staneck, gaita, e Hugo Pilger, violoncelo. No programa, Villa-Lobos (“Idílio na Rede”, da Suíte Floral), Piazzolla (“Outono portenho” e “Primavera portenha”, das “Quatro estações portenhas”), Tchaikovsky (“As estações”) e Tom Jobim (“Águas de Março”).

09/12/2008 – Terça-feira, 21h
Teatro Maison de France
Av. Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro. Tel.: (21) 2544-2533.
$ R$ 40. Há meia entrada para estudantes, idosos e
portadores de necessidades especiais.

Rio, RJ – Off-Tap – Ana Botafogo

A pianista Lilian Barretto estréia espetáculo com a bailarina Ana Botafogo para temporada até dezembro de 2008. Ana Botafogo e Joseny Coutinho são os bailarinos sob direção de Luis Arrieta. Iluminação de Paulo César Medeiros e participações especiais de José Staneck (gaita) e Hugo Pilger (violoncelo).

26/11/2008 – Quarta-feira, 21h
Maison de France – Teatro
Av. Presidente Antônio Carlos, 58 – Centro. Tel.: (21) 2544-2533.
$ R$ 40. Há meia entrada para estudantes, idosos e portadores de necessidades especiais.

PROGRAMA:
Villa-Lobos – Idílio na rede (da “Suíte floral”) (Ana Botafogo e Joseny Coutinho, bailarinos)
Piazzolla – Outono portenho e Primavera portenha (das “Quatro estações portenhas”)
Tchaikovsky – As estações
Tom Jobim – Águas de março

Rio, RJ – Off-Tap – Ana Botafogo em Suite Floral

Da coluna de Heloisa Tolipan, no JB Online, em 14.11.2008:

Sapatilhas a postos, coreografia passada e repassada dezenas de vezes e já está tudo pronto para Ana Botafogo subir ao palco e esbanjar leveza e graciosidade em seu novo espetáculo Suíte Floral. A primeira-bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro estréia no próximo dia 26.11.2008, no Teatro Maison de France, ao lado do bailarino Joseny Coutinho. Com coreografias inédita, o pas de deux será acompanhada por quatro músicos que ficarão no palco ao lado dos bailarinos.

– A idéia é fazer um espetáculo intimista, em que o público fica perto dos bailarinos e dos músicos. A apresentação foi toda feita em cima de músicas que expressam a natureza das quatro estações e das pessoas – explicou Ana.

Com direção de Luis Arrieta, que também assina as coreografias ao lado de Helio Bejani, o projeto é mais uma parceria de Ana e Lilian Barreto – esta é a terceira temporada das duas. No repertório músicas de Vivaldi, Villa-Lobos, Tchaikovsky, Piazzolla e Tom Jobim.

Há dois meses envolvida com o espetáculo, Ana garante que por enquanto só consegue pensar nos seus compromissos com a dança, mas em meados do ano que vem a bailarina irá mais uma vez se aventurar pelo mundo da atuação – em 2006 ela viveu a também bailarina Elisa, na novela Páginas da Vida. Ana foi convidada para participar da peça O vórtice ao lado de Marília Pêra, com quem já fez uma primeira leitura do texto.

– Na dança a gente sempre atua porque os ballets de repertório pedem isso e eu sempre adorei o lado da interpretação. Estou muito animada. Vou aproveitar agora para dançar muito e no ano que vem viver essa nova experiência, já que televisão e teatro são totalmente diferentes.

A matéria foi encontrada aqui.

%d blogueiros gostam disto: