Posts Tagged ‘Flávio Salles’

Rio, RJ – Homenagem a Flávio Salles na Revista O Globo

Estou feliz e emocionado em poder ler (e compartilhar com vocês sobre) a matéria — Jornal O Globo de 10.07.2011 — publicada a respeito de Flávio Salles e da herança que ele deixou, tanto a das belas aulas ministradas por tantos anos, quanto a que ficou para as herdeiras da Academia do Tap, foco de duas páginas da matéria da Revista O Globo. Abaixo, foto das páginas com melhor resolução, enviada por Italo Lomba em 19.07.2011:

Anúncios

Homenagem de Cíntia Martin a Flávio Salles

Abaixo, uma mensagem escrita hoje [26.05.2011] pela mestra carioca Cíntia Martin em homenagem ao grande mestre Flávio Salles, que faleceu ontem, 25.05.2011 (leia a respeito clicando aqui):

Com extrema tristeza recebi a noticia do falecimento de Flávio Salles. Flávio foi um grande Mestre, dedicou sua vida e alma a arte do sapateado, com uma capacidade inifinita para ensinar e formar grandes sapateadores, ou admiradores da arte do sapateado. Ajudou e foi essencial para o crescimento do nível do sapateado no Brasil, com sua técnica limpa e sua incrível didática. São poucas as pessoas que são capazes de ensinar com tamanha destreza e desnudez, cedendo sua alma ao aluno, e Flavio era e foi uma dessas pessoas.

Me lembro quando estava com meus 17 anos, passando por uma transição no meu aprendizado com Tia Pat Thibodeaux; o Flávio lecionava na UNIC, e às vezes substituia Tia Pat. Por vezes tive aulas com ele naquela ocasião, e como “sofri” em sua mão, sofri no bom sentido, pois ele queria que eu desse o melhor de mim, exigia o máximo de qualidade em meus sons e técnica, era um desafio tremendo para mim.

Alguns meses, antes em um Congresso Internacional de Dança com os gemeos Rennie e Rhee Gold, e eu sofria com a transferência de peso, com os “Toe Drops”, o que era algo novo para mim… Vi o Flávio flutuar na aula com tamanha facilidade que pensei: “De onde saiu essa pessoa ?”. Meses se passaram, eu o vi no “Sapato Musical”, e a partir daquele momento tive certeza mais do que nunca do que queria ser. Eu queria ser como ele(s) !

A vida seguiu, Flavio foi traçando seu belo caminho na Academia do Tap formando sapateadores incrivelmente técnicos e “limpos”, e meu caminho também seguiu: quando ele foi deixando um pouco os palcos, eu é que fui para os palcos. Nos cruzávamos nos corredores, nos festivais, nas apresentações e ele sempre receptivo, alegre, profissional, simpático, colega-amigo, dedicado…

Uma perda sem tamanho para nosso sapateado que precisava tanto dele. No Rio — onde passamos por um momento onde a arte é meio deixada de lado — é sem dúvida uma perda inquestionável. Longe de servir de consolo, é preciso lembrar sempre que ele deixou muito, ele fez muito, ele iluminou os palcos da vida e a vida de muitos. Espero que consigamos manter essa chama da paixão do Flávio pelo sapateado viva na nossa cidade, nos nossos corações e nas nossas almas e que sempre devemos lembrá-lo com toda a sua importância na história do sapateado no Brasil.

É dificl escrever mais alguma coisa… ainda é difícil entender e aceitar… E, se fosse para escolher ou homenagear, sua partida no dia 25 de maio, Dia Internacional do Sapateado, o deixará mais do que para sempre marcado em nossa história: dia 25 de maio de 2011, Dia Nacional do Sapateado…

Cíntia Martin, 26.05.2011

Flávio Salles: Uma perda inestimável

Flávio Salles

Flávio Salles

Infelizmente acabei de saber da visita aos anjos do sapateador, professor e coreógrafo Flávio Salles, diretor da Academia do Tap (RJ), justamente no Dia Internacional do Sapateado… O mestre foi e sempre será um grande exemplo de dedicação ao sapateado. Em seu studio não somente formou grandes profissionais mas permitiu que muita gente simplesmente se divertisse ao som de boa música, com passos variados sempre em apuro de técnica e geração de sorrisos nos lábios.

Me lembro dos Tap Encontros que foram realizados na Academia do Tap, logo quando o conheci, no final dos anos 90, e da entrevista que concedeu a mim e a Cintia Martin para a Tap Web dela em janeiro de 1999; fomos recebidos em sua residência, com carinhosa acolhida.

O antigo site

O antigo site

Sempre como amador e eternamente em sua turma de iniciante, tive o privilégio de fazer aulas regulares com ele entre 2002 e 2006. Em 2002, segui suas instruções para criar a primeira versão da homepage de sua Academia do Tap, e me lembro dele dizendo “quero algo simples, com fontes legíveis, que possa ser entendida por todos”. De suas aulas, tenho grandes lembranças, não somente da descontração que proporcionava aos alunos mas ainda mais da seriedade que lhe era peculiar no ensino da tap dance. De seus espetáculos, a garra e o talento de seus alunos dirigidos pelo grande mestre.

A última vez que falei com Flávio foi há apenas algumas semanas atrás, por ocasião da vinda de Maud Arnold ao Brasil… Grande e lamentável perda, mas ele estará para sempre em nosso corações e como parte integrante do talento de tantos sapateadores por aí. Que os grandes mestres nunca sejam esquecidos…

……

Flávio Salles, sala Funarte

Flávio Salles, sala Funarte

Entrei em contato com a Academia do Tap, e me informaram (e me pediram para informar) que o sepultamento será nesta quinta, 26.05.2011. Update – O local e o horário foram confirmados ainda agora: será às 12h do dia 26 com velório na capela 3 do Cemiterio Sao Joao Batista, Botafogo, Rio.

……

Versão atual do site da Academia do Tap, com dezenas de fotos, vídeos e toda a carreira de Flávio Salles:

http://academiadotap.com/

Relembre entrevista de Flávio Salles a Tap Web Cíntia Martin:

Flávio Salles – Janeiro de 1999

No Facebook, homenagem a Flavio Salles:

Homenagem do Site Möeller Botelho a Flávio Salles

Também no site de Charles Moeller e Claudio Botelho, uma entrevista com o coreógrafo e professor de sapateado de Gipsy:

Flávio Salles: O Mestre do Sapateado

Update 26.05.2011 – Mais uma homenagem:

Homenagem de Cíntia Martin a Flávio Salles

Abaixo, algumas fotos de Flávio em várias épocas e trabalhos. Continuarei com o tempo colocando outras fotos como homenagem eterna ao grande mestre.

Rio, RJ – Off-Tap – Música

O show da cantora Monique Kessous tem roteiro e direção artística do sapateador e coreógrafo Flávio Salles, diretor da Academia do Tap (RJ).

%d blogueiros gostam disto: